1.4.08

Ser mãe também é isto.

. é ter nos bolsos dos casacos sempre um bonequito perdido ou um papel de rebuçado amarrotado.
. é ter um saco no carro, a pedido da Joana, só para pôr o lixo (lenços de papel, folhas, bolotas, e todo o tipo de porcariazinhas de plástico) que traz de propósito da escola. Todos os dias.
. é deixar que elas me molhem dos pés à cabeça e inundem o chão da casa de banho, só para ter o prazer de as ver em êxtase durante o banho.
. é limpar vomitados delas e não ter nojo.
. é mudar fraldas com cócó e não ter nojo.
. é querer ser pequenina novamente e ter uma vida despreocupada como elas.
. é comer alarvemente uma caixa de ferreros rocher e depois meter uma pose moralista que "não não, os chocolates fazem mal à barriga e aos dentes".
. é querer roupas iguais às delas em tamanho de adulto. E sapatos também.
. é andar sempre no dilema se sou uma mãe 5 estrelas, uma mãe assim-assim, ou uma mãe horripilante (às vezes tenho tão pouca paciência...)
. é transfigurar-me às horas das refeições com direito a cabelos desalinhados em pé, dentes compridos de fora e olhos raiados de vermelho e passar-me pela cabeça enfiar colheres de sopa na boca da Rita e forçar a fechá-la, como se faz aos cães quando lhes damos comprimidos e não queremos que os cuspam.
. é não conseguir jantar ou almoçar sem estar a enfiar colheradas na boca a uma, a cortar um bife à outra, e sempre no dilema se janto ao mesmo tempo que elas para me despachar ou se janto mais tarde em paz.
. é mentir e dizer que o xarope horroroso sabe a rebuçado.
. é passar uma noite pavorosa daquelas que me fazem pensar mas porque carga de água tive filhos e em que apetece meter uma rolha na boca da criança e metê-la numa gaveta, para não a ter que a ouvir, e na manhã seguinte achar a criança novamente a coisa mais linda do mundo.
. é ter o chão do carro sempre com migalhas de bolachas e restos de desenhos pisados vezes sem conta, sujos com marcas de sapatos e já amarelados do tempo.
. é deixar que me pintem as unhas de roxo e a cara com maquilhagem de várias cores e no fim ainda dizer que estou linda.
. é ir ao supermercado sempre acompanhada com crianças que querem muito ajudar a pôr a fruta nos sacos (e eu de rabo virado para cima a apanhar laranjas que rolam para muito longe) e que enfiam os dedos nos olhos dos peixes nas peixarias.
. é ter o prazer de antes de me ir deitar, ter um momento de filme de as aconchegar e dar-lhes um beijinho. Porque quando dormem, são os maiores anjinhos do mundo e tudo é cor-de-rosa.
. é num minuto querer que elas tenham 30 anos e no minuto a seguir querer que sejam pequeninas para sempre.

Para sempre.

14 comentários:

Menina Rabina disse...

Gostei!!! É mesmo isto... e muito mais... ser mãe!!! Às vezes também queria roupas iguais às dela... ainda há uns dias lhe comprei uma saia e fiquei cheia de inveja por não haver igual no meu tamanho... ainda por cima numa loja que também tem roupa para as mães... achas que se enviarmos para lá umas sugestões eles nos ouvem???
Beijinhos

Umbigo disse...

era muito bom se nos ouvissem, já tinha ali algumas peças que gostava de clonar. bjs!

PLx disse...

bem!!! revi-me em quase todos os pontos que escreveste...

Anónimo disse...

É tudo isso e principalmente sabermos que são a melhor coisa do mundo, que são muito nossos e que todos os dias tentamos também ser as MELHORES MÃES DO MUNDO. É olhra para aqueles olhos brilhantes e sabermos através do olhar que, mesmo estando zangadas, elas nos acham mesmo A MELHOR MÃE DO MUNDO!
bjinhos
Catarina

Carangueja Lunar disse...

lolol
n sei se ria se chore :P
adorei amiga, realmente deve ser de arrepiar por vezes e por outras a melhor sensação do mundo... quem sabe um dia :)

bjinhos

Anónimo disse...

- é delicioso ler os teus textos :-D
bjoca mamã linda!
Squaw

Anadosol disse...

Eu gosto de ler o que escreves, e choraminguei hoje, por ser uma mãe cagada, que se emociona muito depressa, porque sou mãe solteira e dá-me pra estar a ler estas coisas e a pensar na vida, em vez de descansar dos dias alucinantes que tenho. E porque quase tudo o que tu disseste se aplica a mim e a ela, à excepção da idade, dos seus 18 meses, mas que sei que qd chegar à idade das tuas duas, irei sentir o mesmo e as experiencias serão identicas.
Porque ser mãe é ter dúvidas todos os dias, é lutar contra os sentimentos de culpa, por se achar que isto ou aquilo não foi bem feito e que podia ter sido melhor. É também o poder encher o peito e dizer que ela é a minha filha, que amo mais que tudo nesta vida, que saiu de mim, que me "pertence", que me faz feliz... Tanta coisa ao mesmo tempo.
Quantas vezes, vezes de mais, me faz falta a paciência para gerir melhor o dia-a-dia, tantas vezes, que me pergnto se serei uma boa mãe. E tantas vezes dizia que não ia ser como a minha mãe e que isto e aquilo e agora faço parecido.

Não é nada fácil ser mãe, não é? Mas é muito bom e só quem passa verdadeiramente por isso sabe do que se fala aqui hoje, do todos os dias, deste misto de loucura-arranca cabelo-felicidade extrema e interna-aperto no coração-dúvidas e incertezas....!!

Beijinhos da *anadosol*

Até à próxima

MR disse...

Olá Mamã, como mãe compreendi-te muito bem. Todos dias visito o teu blog pq adoro os relatos do dia-a-dia de Mãe. Conheci o teu blog através da tua amiga q tb é minha grande amiga "Caranguejo Lunar" e volta e meio venho ver. Sou Mae ha 8 meses e adoro ver o q me espera,o meu piolhito tb é mto traquina.
Beijo, MR
P.S- tb tenho um blog m ta muitoooo descatualizado de qlquer maneira é o mvfashion.blogspot.com

Mary / Baby boom disse...

Gostei deste texto, vou linkar no Baby Boom como post da semana, posso?
Beijinhos

Umbigo disse...

claro, bjs!

Anónimo disse...

Muito Bom. E eu que pensava que era a única... não como comida quente desde que nasceu a mais nova, e foi na maternidade!

Anónimo disse...

Olá mamã, conheci o teu cantinho simpático através do Baby Boom, mais concretamente através do texto da semana.Gosto imenso de como escreves e da facilidade com que traduzes emoções por palavras.
Virei visitar-te mais vezes!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Anónimo disse...

Inês!!!!!!!!!!!!!! Texto lindo, lindo...... adorei e vou pô-lo no meu hi5, mm q ñ deixes!!! Mas digo q é teu, claro! beijosssssssssssss, clo

Princezinha disse...

Ai que lindo............adorei e apesar de não ser mãe (ainda), sei que tudo e tudo e tudo que disseste é mesmo assim...beijinhos grandes e em breve teremos novidadesssssssssss......