24.2.10

Ainda são pequeninas

e já tenho saudades delas assim. Ando sôfrega a aproveitar o que a Rita ainda tem de bebé e o que a Joana ainda tem de criança pequenina e inocente. É assim uma moinha que me assola de vez em quando e que me faz ter saudades delas ao mesmo tempo que estou com elas.

Até porque se ficar por aqui, que é o mais provável, já não vou ter mais bochechas e barriguinhas espetadas a andar pela casa, e vozinhas de bebé cheias de mimo e crianças que acham que somos a melhor companhia do mundo. Até a birrinha porque uma quer dormir de coroa a aleijar-lhe a cabeça ou a birrinha porque a outra pôs água na sopa porque estava muito grossa e agora tem o dobro da sopa para comer, tem graça, ao fim do dia, quando elas já estão deitadinhas ali mesmo ao lado e nós já temos saudades delas.

E tantas vezes sinto um alívio de as ter finalmente caladas e quedas a dormir nas suas camas e me vou enfiar nos seus lençóis e contemplar aquelas carinhas inchadinhas a dormir e a boquinha aberta e o cabelinho suado e o cheirinho a natas.

Um dia apetecia-me e dizia "hoje quero a Joana com 2 aninhos outra vez". E aparecia-me ela de fraldas, com caracoletas a cobrir-lhe a cabeça e iamos passear aos parquinhos, como quando ainda estava em casa comigo. Ou dizia "hoje quero a Ritinha com 1 ano" e tinha uma criança de chucha, cabelinho com franja, mãozinhas sapudas e viciada em nozes e amêndoas. Depois iam dormir e no dia seguinte voltavam ao normal.

Quando tiverem 15 anos e por aí fora, era capaz de solicitar este serviço de regresso ao passado todos os dias. Porque não me apetece que sejam adolescentes, tenho até bastante aversão a essa fase. Por tudo e por nada. Não que não confie na nossa capacidade de as educar para o que é certo. Mas porque isso só, ajuda bastante mas infelizmente não chega.

Sou do mais saudosista que há. Não fico presa ao passado, aproveito muito bem o que cada fase me traz e sinto que tenho vivido a infância delas de uma maneira muito presente mas se calhar é mesmo por isso que sinto sempre pena do que fica para trás. Saudades. Muitas saudades.

E cada vez que um aniversário delas se aproxima, lá fico eu mais nostálgica com os resquícios de bebezice que se vão perdendo. 4 anos. A Rita já vai fazer 4 anos. Mentaliza-te Inês.

10 comentários:

Na Lua da Alice disse...

Inês, INês!!! Eu também sou assim e só tenho uma com 3 e meio. Estou muito longe de grandes crescimentos mas já tenho muitas saudades. No entanto, depois de um quase esgotamento que tive o ano passado (não por isto claro) fui fazer psicoterapia e uma das coisas que ela me disse foi que ou deixada de pensar desta maneira ou ia sofrer muito, mas muito mesmo. Não é nada fácil mas é um processo. E como eu odeio a adolescência. Se ela for um bocadinho como eu fui ponho-a num colégio interno!!! E às vezes ela já me responde tão mal.
Bom, quero sempre bebés!!!!!!
Beijinho de mãe
Yolanda

Anónimo disse...

O que queres dizer com: "Até porque se ficar por aqui..."??????

Já estamos com dúvidas? E a aceitar a possibilidade de um terceiro???

Beijos,
Sofia G.

Umbigo disse...

Nunca digas nunca. mas não me parece ehehe

Lisa disse...

ahahahah ainda há pra ih uma restia de esperança numa 3ª :P

Ana G disse...

Sniff, sniff, não tenho emenda, lá vieram mais umas quantas lágrimas ao ler o que escreveste. Como eu te percebo e o M. só tem 1 ano, mas a I.já vai fazer 7 e a S. 4!!!! Passa tão depressa. Era bom podermos ter essa capacidade de parar o tempo ou fazer rewind e voltar a aproveitar o que cada altura tem de melhor. Mas não foram só lágrimas...fiquei tão contente com o "SE" ficar por aqui...Força, bjinho esperançado ;O)

Umbigo disse...

ahahahahah não comecem!

Catarina Trindade disse...

Mais uma vez concordo a 1000% com tudo o q disseste.

Só tenho a Bá e Adoro qd a tenho no meu colo a dormir, com ar de anjo, ainda bébé, soada na cabeça e bem enroscadinha a mim....ai aquele cheirinho!!!!!!

Tenho tantas saudades das bebezices e de tudo.....mas pronto. Elas crescem e nós também...

É a vida ;) mas era bom podermos assim pontualmente desejarmos os 2, 3 e até 4 aninhos delas ;D

Menina Rabina disse...

Terceiro! Terceiro! Terceiro!
(Ou terceira!)
Ahahahah

joana disse...

aiii, já somos duas...!

Saudades, tantas...

**
joana

SAF disse...

Olá,
Eu tenho imensas saudades e gostava de, tal como tu, parar os ponteiros do relógio para poder prolongar estes momentos que passam a correr!
bjs