17.2.10

Ao jantar

em plena algazarra com as miúdas a falarem ao mesmo tempo, as duas a quererem que eu as oiça e nenhuma a comer. Um caos daqueles e eu à beira de um berro intimidatório.

Rita: Já sei mãe, jogo do siêncio!

Joana: Boa!

Rita: Então vá, vamos fechar o fecho.

Joana: Já sei, fechamos a boca com o fecho e só abrimos quando for para comer. E atiramos a chave ao lixo.

Rita: Não, não, já sei, já sei. Hããã. Vamos segurar o fecho com a mão e deitar o fecho ao lixo.

Eu: A Joana já disse isso. O jogo começa ou não começa? Ai.

Rita: Já sei (começam sempre assim). Seguramos o fecho na boca a fingir que é uma fita cola, arrancamos e ficamos com a boca fechadinha e já não conseguimos falar.

Eu: (Impossível. Dissertações sobre o jogo do silêncio em pleno jogo do silêncio.) Vamos lá parar de complicar. Jogo do silêncio é bico calado. Vá.

Joana: Boa! Vá, 1, 2, 3.

Rita: ihihihih

Joana: fecha o fecho!

Rita: Já sei! Joana, tens que pôr a mão na boca para apertar o fecho e a outra levanta a colher para comeres. E não podes falar, está bem?

As duas: blá, blá, blá...

Apago a televisão e é vê-las de biquinho calado em dois segundos. Qual fecho fechadinho e atiradinho para o lixo. Eram capazes de continuar nisto a noite inteira. Que gralhas.

4 comentários:

♥ Marta ♥ disse...

São mulheres! LOL

Menina Rabina disse...

ahahahah
Essa da televisão resulta sempre ;)
É certinho direitinho!!!

Anónimo disse...

Hilariante!!! :-DDDD
Já sei! :-P lol essa imaginação é fruto em parte dos genes que a mamã lhes passou eheh eu ainda me lembro daquelas BD`s que tu desenhavas com aquelas histórias malucas que inventavas, ah pois é bebé! ;-)
bjoca inté
Squaw

Anónimo disse...

Ontem tive uma conversinha surreal com a Rita e a sua amiga M no átrio da escola. Sobre fadas dos dentes, cáries nos dentes e quedas de dentes. Fiquei incomparavelmente melhor esclarecida.
O Chapéu bem informado